Belmonte e Amaraí

Disponível para Shows. Consulte-nos

Release

Domingos Amarai Sabino da Cunha, nasceu em 11 de outubro de 1940, em Tapiraípe (distrito de Rui Barbosa) BA. Aos 7 anos foi para Santa Helena-GO, e mais tarde a família viria morar em RioVerde-GO. Quando já adulto em 1962, Domingos (Amarai), foi à JATAÍ-GO para trabalhar com pinturas e quem sabe uma oportunidade de cantar no festival da cidade, ou melhor, na rádio Difusora de Jataí-GO.

Pois deu tão certo que conheceu, Ademar Maia, que mais tarde viria formar a dupla com o Amarai, com nome: AMOROSO E AMARAÍ, começaram então um programa cantando na Rádio Difusora, isto já em 1963. Foram tentar gravar um disco em SÃO PAULO- SP, na mesma época; visitaram várias gravadoras e muitas portas na cara, até que então surge uma gravadora e gravam seu primeiro compacto, como AMOROSO, AMARAÍ E PASSARELE, em seguida, surge outra gravação, mais com um novo nome: AMARANTE E AMARAÍ. Tudo isso no mesmo ano. Mais por força do destino e problemas familiares, AMOROSO resolve retornar a sua origem muito antes de tudo vir a acontecer.

Então AMARAÍ, conheceu no antigo e famoso “Café dos Artistas” no Largo do Paisandú, Paschoal Todarello (Belmonte), nascido em 02/11/1937, que também havia tido outros parceiros já iniciando com Pirassununga (Dino Franco), Belmiro e Miltinho; isso no início de 1964.

À partir daí, Belmonte fez um convite à Amarai, para cantar em uma certa Churrascaria noturna e foram. Depois foi cantando em outras casas de shows em São Paulo- SP, tudo isto já em 1965.Participaram de vários programas de calouros e é claro estavam lá na disputa do IÊIÊIÊ contra o LARILARAI, também Roberto Carlos (Jovem Guarda) contra Belmonte e Amarai, foi quando então a música sertaneja realmente foi se solidificando em seu próprio espaço, a dupla veio a ganhar essa disputa também. Já em 1966 em conversação com o Diretor/Produtor e Cantor NENETE,  da dupla Nenete e Dorinho, foram fazer um teste na antiga RCA VICTOR (BMG Ariola), e passaram no teste; foi quando gravaram o mais, ou maior sucesso, se não o Hino da música sertaneja (SAUDADE DA MINHA TERRA), cujo o próprio título do disco; contendo Pombinha Mensageira, Morrendo de amor, Desventura, Entre Lágrimas entre outras. Vol. 2 Terra querida, Lágrimas da alma, Sei que te perdi e outras; assim ano a ano só sucesso. Vol.3 Boa noite amor, Mercedita e outras mais. Vol. 4 Velha canoa, O tropeiro.../ Vol.5 Gente da minha terra, Faz um ano... Vol.6 Esquina do adeus, Cavalinho de pau, Quatro estados, isso em 1972, quando Belmonte ainda não havia ouvido seu 6º LP, vinha à falecer no auge da carreira da dupla em um trágico acidente automobilístico, findando-se a dupla em 09/09/1972, aos 34 anos, 10 meses e 8 dias de vida.

Foi triste, o Brasil parou diante da morte de um dos grandes precursores da música sertaneja. Mais tarde Amarai, paralisa por um tempo sua carreira e após fez-se outras tentativas de dar continuidade que ele e seu inesquecível parceiro fizeram ao longo de 8 anos de dupla, que por sinal fora muito pouco tempo.

Amarai fez dupla com Tibagi (Tibagi e Miltinho), por 2 (dois) anos, gravando 2 LP´s. Mais tarde Amarai, começou sua carreira solo, e assim foi passando o tempo. Quando não, Amarai em 30/09/1979, recebe mais um presente de Deus; nasce seu filho mais novo e jamais imaginaria que mais tarde viesse a ser também um cantor, compositor e músico e que viesse a dar continuidade à toda a história deixada por ele mesmo e o saudoso Paschoal Todarello.

A dupla de Pai e filho nasceu no final de 2001 e já gravaram em 2002, dando-se continuidade: Vol.07 com O Melhor da Viola (regravações de Tião Carreiro) / Vol. 8 Aurora do Mundo (2003)./ Vol. 9 Som Livre (2004) Vários Sucessos; Participação Meu Reino Encantado III com Daniel na música Gente da minha terra (2005)./Vol.10 Bom de Cama (inéditas 2006 ); Vol.11 Regravações de sucessos de outros artistas( Cheiro de Relva/ Sonhei com você. 2007); Vol. 12 em fase de gravação e finalização do CD E DVD Acústico. A dupla também participou nos programas: Ratinho (Sbt), Raízes do campo(Chitãozinho e Xororó- Record), Sérgio Reis (Band), Caminhos da Roça (Eptv), Viola Minha Viola (Enezita Barroso- Cultura), e atualmente no Terra Nativa (Guilherme e Santiago - Band).

A dupla volta e permanece com o nome BELMONTE E AMARAÍ, dando continuidade e de certa forma homenageando o saudoso e inesquecível Paschoal Todarello. Para a legião de Fãs à  VOLTA DE  BELMONTE E AMARAÍ.