Moacyr e Sandra Ver maior

Moacyr e Sandra

Disponível para Shows. Consulte-nos

Comprometidos com a boa música do Brasil.

Mais detalhes

Release

Dupla paulistana formada pelo instrumentista e cantor Moacyr Santos e pela cantora Sandra Pereira.

Cantando juntos desde 1995 e casados desde 1998, o duo, hoje conhecido como Moacyr e Sandra, desenvolveu um trabalho com base na cultura musical de cada um e vem, merecidamente, recebendo o reconhecimento do público e de personalidades consagradas do meio musical.

Começa aí a nova fase na carreira destes artistas. Em 1997 participam do Projeto Elis Regina, no Centro Cultural São Paulo, e de um show em homenagem ao violonista João Pernambuco, projeto do músico Leandro Carvalho, no Instituto Cultural Itaú/SP, que resultou na gravação de um CD e show no Centro Cultural FIESP em 1998. Em 1999, idealizam e apresentam em SESCs e no cirtuito cultural do projeto 'Artes nas Ruas' (sob a coordenação de Celso de Alencar) da Secretaria Municipal de Cultura-SP, os shows Taí Carmen Miranda e Mulher Encanto e, a partir de 2001, apresentam Paulicéia Musicada, de Bete Bissoli, feito em homenagem à cidade de São Paulo. Todos esses shows, incluindo o Afinados com a Viola idealizado no ano de 2006, continuam a ser levados ao público até hoje.

Premiados em festivais como: do Choro, de Diadema, Queluz, Rio Claro e Viola de Todos os Cantos, são regularmente chamados para participar de programas de TV. Viola Minha Viola, Encontro com Celia e Celma, Programa Adilson Godoy, Terra da Padroeira, Caminhos da Roça, Espaço Vida, Viver e Conviver, Canta Meu Brasil, Manhã Sertaneja e Canta Viola são alguns dos programas nos quais já marcaram presença.

Na retrospectiva da carreira de Moacyr, que começou em 1971, está o aprendizado da viola caipira, iniciado com Lorito, da tradicional dupla sertaneja Lorito e Loreto. A partir daí Moacyr se apresenta em vários programas de rádio e televisão. Em 1975 foi premiado no Festival de Música Caipira de Guarulhos. Por vinte anos cantou e tocou guitarra em bandas de baile de São Paulo.

Sandra começou em 1985, em programas de calouros, de TV. No mesmo ano cantou em um show brasileiro no Cassino Estoril, em Portugal. Em 1987 conhece Johnny Alf, com quem se apresentou em casas de espetáculos, entre elas o Scala, no Rio de Janeiro. Em 1988, produz o show Feminina, dirigido pelo músico e compositor Filó Machado, e levado em espaços culturais paulistanos. Depois desta, outras produções vieram: Rainha do Egito, Eles São do Bexiga, Samba, Choro e Canções e Cinema Cantante. Após breve passagem pelo grupo vocal Tom da Terra, em 1992 vai para Itália, onde abre um show de Djavan no 9º Festival Internacional Jazz in Sardegna, volta a se apresentar nesse país em 1994. Já participou de festivais de MPB como o da Rede Manchete, com música de Johnny Alf, do Carrefour, por duas vezes, com músicas de Bete Bissoli e Itamar Assumpção, do Choro, e no Festival de MPB de Avaré, no qual é premiada como melhor intérprete do festival, defendendo Ela, composição de Bete Bissoli e Ítalo Peron, vencedora de 1995.

No momento o duo trabalha seu primeiro CD, 'Moacyr e Sandra Com Jeitinho Caipira', que de imediato recebeu apoio de Mary e Marilene, As Galvão. Desde a primeira audição, elas passaram a divulgar e apoiar o trabalho desenvolvido pelo duo. A partir daí, eles participam frequentemente de programas de TV, rádio e de shows com as madrinhas, enquanto trabalham no projeto do primeiro DVD e do segundo CD.

Moacyr e Sandra, comprometidos com a boa música do Brasil.